Blog do Instituto Líderes do amanhã

Acompanhe as atualizações

Artigo – Quem faz girar o motor da economia brasileira?

Artigo de Opinião – Por Raphael Ribeiro dos Santos, Associado II do Instituto Líderes do Amanhã

Essa pergunta é de fácil resposta: Todos. Sim, todos, os que investem e empreendem nesse país. Que dedicam seus recursos, ideias e vida para promover cada vez mais prosperidade.

Basta avaliar os números. Segundo o FMI, o Brasil alcançou o 7º lugar no ranking mundial de evolução do PIB no segundo semestre, impulsionado principalmente pelo Agronegócio. E as projeções atuais, o país atingirá a 9ª colocação, como maior economia global, um PIB previsto de 2,13 trilhões de dólares, com grande contribuição da exportação de petróleo, minério e celulose.

Outro fator para essa marca vem do mercado interno, graças aos micros e pequenos empreendedores. De acordo com o IBGE, esses geraram cerca de 800 bilhões de reais no segundo semestre de 23. Além disso, são responsáveis por 8 a cada 10 postos de trabalhos criados nesse ano.

Esse é o resultado do esforço individual de comerciantes, prestadores de serviços e tantos outros que se dedicam diariamente para o motor brasileiro continuar girando!

Apesar de todo o sucesso, de acordo com relatório do IPEA, existem alguns desafios pela frente, como:

1.         Estagnação dos investimentos em máquinas e equipamentos

2.         Queda da arrecadação tributária

3.         Incerteza das políticas monetárias dos países centrais, principalmente do EUA;

4.         E as instabilidades geopolíticas, como a recente guerra de Israel x Hamas

São fatores que tentarão frear a Economia brasileira, porém, serão mais obstáculos superados, como a pandemia em 2020 ou cenário inflacionário descontrolado de 1989.

Segundo Milton Friedman, “As sociedades que valorizam a liberdade econômica têm um desempenho melhor em todos os aspectos do bem-estar humano.”

Portanto, se houvesse:

1.         Menos burocracia para os novos, negócios

2.         Menos intervenção estatal na política monetária

3.         Melhor controle de gastos do Estado

4.         E uma reforma tributária coerente.

Seria possível elevar ainda mais o patamar da Economia Brasileira e desfrutar de mais prosperidade para cada indivíduo.

Obviamente existem diversas possíveis ações para promover o progresso econômico. No entanto, a responsabilidade individual e o trabalho árduo sempre serão os principais combustíveis para que o Motor do Brasil jamais seja parado.

Autor

Raphael-Ribeiro-dos-Santos

Raphael Ribeiro dos Santos

Associado II

Maxpar - Autoglass

Últimos artigos e notícias

Ivan Takao Oikawa

20/02/2024

Tito Dias Kalinka

20/02/2024

Marina Parreiras Vieira Alves Rebouças

20/02/2024

Inscreva-se na Newsletter